Podcast: mulher coragem

“Estou atrás da minha zona de desconforto”. Esta frase é da primeira mulher desacompanhada a fazer o trajeto entre o Alaska e Ushuaia de bicicleta. Pelo caminho de Juli Hirata, esta é uma rota com mais de 35 mil quilômetros, com pistas congeladas e desertos escaldantes. Mas Juli é uma pessoa doce, que gosta de sorrir e observar coisas belas.

A Juli ganhou uma caneca, claro

Tivemos esta conversa em um café aqui de Florianópolis, quando ela veio participar de evento da Amobici, ONG que faço parte. Falamos sobre assuntos como a importância de viver o presente, o papel que ela exerce ao motivar outras mulheres e sobre seus planos para o trecho da América do Sul. Isso e muito mais. Só peço paciência do ouvinte com o ruído da cafeteria, porque o conteúdo é de primeira!

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/406018869″ params=”color=#ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&show_teaser=true&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /]

Pra quem ouviu, a história completa do Ukulelê Azul.

Ele foi atirado de um carro, quando pai e filho brigavam, pois pais e filhos brigam.

O pai sentia um imenso orgulho e admiração pelo talento do filho com o ukulele azul. O filho sabendo disso, no auge da discussão, quando palavras não ferem mais, abriu o vidro do carro e atirou o amado instrumento pela janela.

Dias depois, após uma breve chuva, uma ciclista passando pela estrada viu o ukulele. Ela parou para beber agua e comer uma barrinha de cereal e por alguns minutos ficou admirando o instrumento. 

Tão azul, tão bonito.

Ela pegou o objeto e arriscou dedilhar as cordas. Um som bonito saiu e a ciclista sorriu.

Ela então, prendeu o instrumento no alforge e decidiu que tentaria aprender a tocá-lo.

Na mesma noite com a ajuda de um aplicativo no celular ela arriscou as patéticas primas lições. Na “platéia” um garoto ouvia e ria do jeito desajeitado da ciclista.

Eles riram juntos e o garoto pediu para tentar.

Nas mãos pequenas do garoto o ukulele soltou o som bonito de novo.

Na manhã seguinte a ciclista seguiu na estrada sentido sul mas o ukulele ficou no banco na frente da casa do garoto…

Juli Hirata

Gostou deste podcast? Ouça também o da Ada Cordeiro e o do Palmieri, da Kampa.

VÍDEO: Dois anos de Planeta Pedal

11037083_463478967155352_5908151220437436237_n

Já se passaram dois anos desde que o André Fatini partiu do Alasca com destino a Brasil. Após tanto tempo de jornada, esta grande figura segue na estrada, conhecendo e aproveitando cada cidade, cada experiência. Para comemorar a marca, ele fez um vídeo muito bacana. Confira!

É dele também outro vídeo que postei aqui no Pedal Nativo no início de sua viagem, sobre o conceito do cicloturismo. Se não viu ainda, vá lá que vale a pena.