Sete dicas para ir de São Paulo ao litoral pedalando

Salve, salve!

A pedido do pessoal da Adventure Sports Fair, preparei umas dicas para que os paulistanos realizem o sonho de ir pedalando para o litoral. Confira as minhas sugestões e fique a vontade para acrescentar, corrigir ou perguntar algo.

Cuidados

O ciclista precisa ser experiente e é importante deixar alguém avisado. “Não tenho conhecimento de operadoras que auxiliam a descida por esse trajeto. É possível ir sozinho, desde que o ciclista tenha experiência em longos trajetos sem apoio e junto aos carros”, comenta Almeida. Também é muito importante ter os equipamentos de segurança adequados, como capacete, roupas claras, luzes de sinalização com pilhas novas.

Bicicleta

O trajeto pode ser percorrido com todos os tipos de bicicleta. Porém, modelos de estrada, as chamadas speed, são os mais indicados para piso asfaltado e em boas condições, rendendo bem mais que mountain bikes.

Como chegar

A dica é ir de trem pela linha 11 da CPTM e descer na estação Mogi das Cruzes. De lá é só seguir as placas que indicam para Bertioga, acessando a SP-98. “Até o cruzamento com a Rio-Santos, já no litoral, são 47 km. Lá o ciclista pode escolher o sentido Norte (São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba ou Ubatuba) ou Sul (Bertioga, Guarujá, Santos ou São Vicente)”, explica Almeida.

Percurso

Para Fábio, o percurso é considerado moderado, já que, apesar do final ser na descida da serra, há diversas subidas no trecho de planalto. “Não chega a cansar os mais acostumados, mas pode surpreender os que pensam que ‘é só descida’. Também exige atenção o trecho de 4km antes do começo da descida, já dentro do Parque da Serra do Mar, onde não há acostamento. O ciclista deve se manter no lado direito da pista, sinalizando para os carros a sua posição”, acrescenta.

Para quem é indicado

O percurso é feito na estrada, próximo ao trânsito dos veículos, e por isso é indicado para ciclistas experientes. Além disso, o trajeto apresenta subidas que exigem um melhor preparo. “Eu fiz essa viagem há 2 anos e é muito gratificante chegar ao litoral por suas próprias pernas”, comenta Almeida.

Como escapar de possíveis perrengues

Assim como o carro, a bicicleta precisa ser revisada antes da viagem. Também é importante ter uma câmara de ar reserva, kit para remendar pneu, bomba de encher pneu e chave múltipla, dinheiro e celular.

O que levar

Alimentação e hidratação são muito importantes, já que há bastante esforço físico. “Leve pelo menos duas caramanholas com água gelada, lanche leve e protetor solar. No caminho há diversos pontos para comer e descansar na beira da estrada”, completa Almeida.

Vai lá

Na descida da serra vale dar uma parada para visualizar a Cachoeira do Elefante, em um mirante no km 86.

A volta para São Paulo normalmente é feita de ônibus. É possível comprar passagens de todas as cidades do litoral para a capital, basta ficar atento às exigências quanto ao transporte de bicicletas.

 

Este trajeto fez parte da minha cicloviagem pelo Litoral Norte de São Paulo.

6 opiniões sobre “Sete dicas para ir de São Paulo ao litoral pedalando

  • Pingback:Sete dicas para ir de São Paulo ao litoral pedalando - Rede de Blogs Outdoor

  • setembro 17, 2018 em 19:29
    Permalink

    Olá, tudo bem? Eu li alguns artigos dizendo sobre a proibição da descida de bike de SP para a praia. Esse é um caminho alternativo? Obrigada.

    Resposta
    • setembro 24, 2018 em 12:27
      Permalink

      Olá, Natalia.
      Sim, é uma opção válida enquanto a rota “oficial”, passando pela Imigrantes, não fica pronta.
      Aproveitando, no próximo dia 2/12 vai rolar uma descida em grupo pela futura rota. Veja esta notícia.

      Resposta
  • outubro 9, 2018 em 16:57
    Permalink

    Não teria opção de voltar subindo pela estrada de manutenção de Imigrantes?

    Resposta
    • outubro 9, 2018 em 18:23
      Permalink

      Olá Sung. Eu desconheço esta opção. Recomendo que veja com o pessoal do Bike Zona Sul, quem sabe eles podem te ajudar nisso? https://bikezonasul.org/

      Resposta
  • janeiro 15, 2019 em 17:06
    Permalink

    Hola Fabio, obrigado por los coments, en sou de Buenos Aires – ARG, pienso hacer una escapada para Sao Paulo e faser esa desida ate Bertioga, continuar por Guaruya y finalizar en Santos. Mi pregunta se refiere a la seguridad del viaje, respecto a cuidados por robos en esa travesía, Valoro mucho ese paisajes maravillosos de su estado SP y su gente también, mais, como todos lados, gente amiga do que nao le pertenece existe. Agradecería sus consejos, saludos

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *