Exposição: Vivendo histórias com a bicicleta

Salve, salve!

É com orgulho que informo que está aberta a minha primeira exposição de fotos de viagens de bicicleta. Segue abaixo o texto de divulgação.

Compartilhem, visitem!

18232042771_a6966ebb34_k

Para os ciclistas, passear ou viajar de bicicleta têm algumas vantagens em relação a outros meios de transporte. Já quem não pedala vê algumas desvantagens. É mais lento, depende da própria força física e o usuário está diretamente sujeito aos efeitos das intempéries. Mas são justamente esses fatores que geram os maiores atrativos para os amantes do cicloturismo. Ao ritmo saudável das próprias pedaladas, pouco a pouco se vence os quilômetros, permitindo desfrutar cada mudança de paisagem, com seu relevo, sua vegetação, seus animais e suas construções. Mais do que isso, sente-se os diferentes cheiros, as variações de temperatura e umidade; ouve-se os sons dos rios, dos animais nos quintais e nas matas, das folhas agitadas pelo vento, das pessoas em seus afazeres. Uma intimidade inimaginável para os viajantes em outros meios de transporte.

Uma bela amostra disso são as fotos da exposição “Vivendo histórias com a bicicleta”, do jornalista Fábio Almeida, 41 anos, que traz em seus alforjes grande experiência no uso da bicicleta para fins de locomoção, esporte e viagem. Durante a adolescência competiu em provas de enduro na região do Vale do Paraíba, em São Paulo. Na mesma época realizou sua primeira cicloviagem, explorando as serras da Mantiqueira e da Bocaina, entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Com o passar dos anos, realizou também viagens por Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Alemanha, Áustria, Itália e Espanha. Atualmente, utiliza a bicicleta como meio de transporte diário, realiza viagens de interesse pessoal e desenvolve as ações do grupo Pedal Nativo.

O grupo, criado em 2009, tem um blog que aborda o mundo das aventuras de bicicleta. Além disso, promove passeios, traz relatos de viagens e depoimentos de aventureiros. Publica ainda reportagens próprias com dicas, novidades e tendências.

“Pedal Nativo remete ao prazer espontâneo da aventura sobre uma bicicleta. Aquela emoção que guardamos com carinho, das aventuras na infância pelas ruas do bairro. Podemos ficar até alguns anos sem pedalar, mas basta girar o pedal para sentir tudo isso voltando. Afinal, nascemos para isso”, afirma Fábio.

Serviço:
Exposição “Vivendo histórias com a bicicleta”

Onde: Espaço Cultural Angeloni Beira-Mar. Av Irineu Bornhausen, 5288, Agronômica
Quando: de 1 a 18 de junho. Seg – Sáb: 8h às 0h; Dom/Feriados: 9h às 22h.
Entrada gratuita

Onde: Garupa Bicicletaria. Rua Francisco Goulart, 42, loja 6, Trindade
Quando: de 26 de junho a 10 de julho. Seg – Sex: 10h – 20h; Sáb: 10h – 14h
Entrada gratuita

Onde: FIESC. Rod. Admar Gonzaga, 2.765, Itacorubi
Quando: de 15 de julho a 15 de agosto. Seg – Sex: 8h – 19h
Entrada gratuita

Agradecimentos
FIESC Indústria e Cultura, pela impressão das fotos e disponibilização dos cavaletes
Fabrício Souza, pela ajuda na seleção e tratamento das imagens
Alexsandro Vanin, pela ajuda na divulgação
Fabio FES, pela disponibilização de foto do autor

3 opiniões sobre “Exposição: Vivendo histórias com a bicicleta

Os comentários estão desativados.