Dica: como limpar caramanholas e bolsas de hidratação

Salve, salve!

Tomar água em recipiente sujo ninguém merece, né? Mas isso acaba acontecendo se as caramanholas e as mochilas de hidratação não foram limpadas corretamente. E não adianta passar esponja com sabão, porque em locais de difícil acesso, como bicos e tubos, o fungo vai se criar. A dica é deixar as peças de molho em uma solução com água sanitária. Qual proporção? Por quanto tempo? Confira um passo-a-passo no vídeo abaixo.

Ainda sobre o tema, descobri há pouco tempo que existe um perigo grande em se hidratar acima do necessário. Isso dilui a quantidade de sódio no organismo e pode causar uma série de problemas. Confira neste texto bem detalhado do Camelbak Training Club. Ele fala para corredores de maratona, mas as dicas servem perfeitamente para cicloturistas e suas longas jornadas.

Uma das primeiras coisas que pensamos quando começamos a nos exercitar é a hidratação. Trazemos nossas garrafas d’água, bebemos água em bebedouros e sabemos que precisamos continuar a nos hidratar quando praticamos exercícios no calor ou quando suamos, mantendo a temperatura do organismo baixa e maximizando nossa performance. Ficamos tão focados em uma questão que acabamos esquecendo outra: a hidratação acima do necessário (hiponatremia), que realmente acontece e precisa ser encarada com seriedade. A hiponatremia está crescendo por conta do aumento da popularidade dos eventos esportivos de resistência. Vamos começar, então, com os sinais e sintomas causados por uma ingestão excessiva de líquidos.

Sinais e Sintomas:

Náusea
Vômitos
Dor de cabeça
Tonturas
Espasmos musculares
Desorientação / Confusão
Perda da coordenação
Fadiga
Perda de apetite
Fraqueza muscular
Exaustão física
Convulsões
Formigamento
Coma
Parada cardíaca ou respiratória

Estrago que o sol e o excesso de água causaram em mim em uma viagem de 2015. Foram dois dias de cama para ficar bom.

Causa:
Sob o ponto de vista científico, a hiponatremia é uma condição que ocorre quando o nível do sódio no sangue está abaixo do normal. Sua causa mais comum é a ingestão excessiva de água durante a prática de esportes de resistência, quando o consumo de água ultrapassa a capacidade do organismo de eliminá-la. Para as pessoas que têm um “suor salgado”, a hiponatremia também pode ser causada por uma grande perda de sódio através da transpiração. Beber uma quantidade excessiva de água ou perder uma grande quantidade de sódio no suor provoca a diluição da concentração de sódio circulando no organismo, fazendo com que o nível da água no organismo aumente e inche. O inchaço é o que pode causar uma série de problemas médicos.

Quem Está Exposto ao Risco?
Atletas de atividades de resistência precisam dar uma atenção especial à hiponatremia, especialmente aqueles com pouca experiência, cujo ritmo é mais lento e acabam fazendo as provas em mais tempo. Provas mais longas causam um maior consumo de água e maior perda de sódio, aumentando os riscos da hiponatremia.

Como Evitar a Hiponatremia:
É importante destacar que beber água é muito importante, porém chega um ponto em que se pode estar causando mais prejuízo do que benefícios. Um teste simples é: continue com seus exercícios cotidianos e se pese antes e depois da atividade. Se você terminou o exercício com um peso maior do que começou, pode-se concluir que está consumindo mais água do que necessário e potencialmente se colocando em risco. Na Maratona de Boston de 2002, por exemplo, dentre os corredores que tiveram hiponatremia, 73% ganharam peso durante a maratona. Se começar a sentir alguns dos sinais e sintomas da hiponatremia, tente urinar para que a taxa de água no seu organismo volte ao normal. Nesse ponto, uma bebida rica em eletrólitos não irá ajudar, pois a quantidade de sódio nessas bebidas esportivas é relativamente baixa comparada ao volume líquido, então será contra-produtivo.

Conhecer os sinais, sintomas e os riscos associados à hiponatremia é o primeiro passo para a melhoria na segurança em maratonas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *