Acolhidos pela colônia

Treinar a parte física, fazer a manutenção da bicicleta, encontrar um feriadão disponível, convidar os amigos, traçar e conhecer o roteiro, revisar os equipamentos, resolver a logística de transporte, arrumar os alforges e acordar às 4:30h de um feriado. Toda esta complicação para pedalar quatro dias por uma tranquila, fisicamente desafiadora e belíssima região.

IMG_1832

Fazer cursos e capacitações para transformar dois agricultores em donos de pousada. Reformar um antigo depósito de fumo, construindo quartos, banheiros e um refeitório. Aprender sobre agricultura orgânica, cultivando várias culturas em sua propriedade. Receber viajantes após o horário normal de almoço e, enquanto limpa o quarto recém liberado, servir arroz, feijão, farofa, carneiro assado, sopa de frango, salada, batata com brócolis, abóbora cozida e suco de limão galego.Tudo para deixar pra trás um passado sem futuro e lançar uma família de agricultores em uma realidade sustentável e próspera.

IMG_1861

Vale a pena? Vale. Nada nesta vida vem fácil e é muito gratificante quando esforçados no que gostam de fazer se encontram, se reconhecem e se valorizam.

 *Quer um relato mais convencional? Leia aqui.

 

2 opiniões sobre “Acolhidos pela colônia

  • maio 5, 2014 em 08:48
    Permalink

    Olá Fábio: sou um, entre muitos, dos admiradores da Projeto Acolhida na Colônia, dos quais se incluem as pousadas. Já estive em Anitápolis(Pasárgada),Aurora(Casa do Sol),Presidente Nereu(Sítio Colina) e Santa Rosa de Lima(Doce Encanto).Aproveito com a mulher e pedalo no entorno. Veja alguns relatos:
    http://acheil1210.blogspot.com.br/2014/01/pedaladas-no-final-do-ano-de-2013-e.html
    http://acheil1210.blogspot.com.br/2012/11/joinville-aurora-sc-15112012-feriado-e.html
    Parabéns pelas fotos e pela divulgação. Aproveito para deixar o link do grupo de cicloturismo que participo: http://odois.org/?111005

    Forte abc
    Heil

    Resposta
    • maio 7, 2014 em 11:51
      Permalink

      Olá, Heil. Que bacana receber a sua mensagem. Já sou leitor do odois há um bom tempo e gosto do trabalho de vocês. Quanto à Acolhida, vejo como um projeto interessante, que finalmente parece estar sendo conhecido pelas pessoas. Apesar de ter muitos morros, seu trajeto de cicloturismo, incluindo os novos trechos para Leoberto Leal e Urubici, é muito agradável.

      Obrigado pela mensagem e vamos manter contato.

      Abraço

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *