Pedalando por um cartão postal

Pedalar no pé dos Alpes dá nisso. A cada 100 metros tem que parar para tirar uma foto. E assim, apenas 36 km foram percorridos em quase quatro horas. A quase totalidade do trajeto é de ciclovias asfaltadas, que passam por fazendas de campos verdes e, por vezes, são cortadas por florestas de pinheiros. Ao fundo, cada vez mais próxima, a impressionante parede dos Alpes. Além da paisagem, foi dia do grupo se reagrupar e interagir mais, com bons papos durante o passeio. Entre 17 pessoas, sempre há aquela que você quase não conhece, mas rende um papo bom em um cenário como o de hoje.

Chegando em Füssen, e sem poder fazer o check-in, o negócio foi conhecer o castelo que inspirou Walt Disney na criação do castelo da Cinderela, o Neuschwanstein. Apesar do esquema aqui da cidade ser de turismo em massa, com japoneses e americanos fotografando e comendo compulsivamente, foi legal conhecer o castelo. Ele fica no alto de uma montanha de pedra, onde chegamos após 20 minutos de caminhada. Além do castelo, com seu impressionante tamanho, valeu pela vista lá de cima. De um lado a planície do sul da Alemanha e de outro os impressionantes paredões dos Alpes. Na descida, como já está ficando comum, cerveja Weiss e pão com com salsicha (espécie de linguiça condimentada).

Feito o check-in, confirmo que estamos em uma região bem turística, com o hotel mais caro até agora. No entanto, não é nada impagável e a tarifa se torna mais agradável com a banheira no quarto e a piscina aquecida. Então, hora de relaxar.

Como sempre, tem mais fotos no Flickr.

Até amanhã, quando já devemos estar na Austria.

Um comentário em “Pedalando por um cartão postal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *